top of page

Minuto Poético: Sol Sem Lágrimas



Quem me dera:


Respirar fundo, Viajar o mundo! Amar com sorrisos E livre das mágoas Da tristeza passada Que vai embora com o tempo, Mas fica no pensamento.


Sentir o calor da luz do Sol sem lágrimas E ter o sono sem pesos, Livre das correntes Dos mais aflitivos pesadelos!


Ir com a certeza de poder voltar, Quando eu quiser Poder chorar!


Quando eu sentir algo ruim Poder desistir, Depois que tudo passar Eu posso de novo tentar.


A pior escravidão É aquela que mantém A mente na prisão.

Para estar liberta Deixar partir Aquilo ou quem Não pode mais estar aqui!


Sentir o calor da luz do Sol sem lágrimas E ter o sono sem pesos, Amar com sorrisos E livre das mágoas, Porque a pior escravidão É aquela que mantém Minha mente na prisão.


Sentir o calor da luz do Sol sem lágrimas E ter o sono sem pesos, Livre das correntes Dos mais aflitivos pesadelos!


Jamila Mafra

1 visualização0 comentário

コメント


bottom of page